Avante

  /  CINZA   /  #20anosAvante pela garantia da representatividade desde a infância

#20anosAvante pela garantia da representatividade desde a infância

Porque representatividade importa. Por essa razão, Mylene Alves, mais conhecida como Mycra, hoje diretora de estratégia da Casa Digital, retorna a atuar como parceira, da Avante – Educação e Mobilização Social, escrevendo mais um capítulo da história dos #20anosAvante. Mycra atuou na instituição entre 2006 a 2008, quando integrou a equipe de projetos que tiveram como foco a família, em especial a criança pequena. “Nesse período tive oportunidade de aprender muito”, disse em depoimento pela celebração da data.
Seu retorno à Avante se dá com toda força por meio da campanha Cadê Nossa Boneca?, executada sob a chancela da instituição, pensada por ela em parceria com Ana Marcilio, consultora associada da Avante e a designer Raquel Rocha, durante uma arrecadação de brinquedos para doação, na cidade de Salvador, quando perceberam que, apesar da grande quantidade e variedade de bonecas, não havia nenhuma negra.
“Eu já conhecia as fundadoras da Avante [Maria Thereza Marcilio e Ana Luiza Buratto]. Quando tive minha filha fui convidada por Ana Marcílio para fazer parte do grupo de associadas”, conta Mycra, que integrou as equipe de projetos realizados pelo então Núcleo de Mobilização Social, liderado por Ana Luiza Buratto, que veio a dar origem à Linha de Formação para Mobilização e Controle Social.
“Fiz parte de projetos belíssimos. Foi um prazer conviver e trabalhar com pessoas muito queridas, como Júlia, Patrícia, Judite, Margarida e nosso estimado professor Meireles”, disse. Mycra integrou as equipes do projeto “Família, Direitos e Cidadania” (2006) – uma pesquisa de campo com foco na medição da prevalência de indicadores de coesão da família, comportamento familiar interativo e uso de serviços em apoio à criança pequena em Salvador e Lauro de Freitas; e do “Família Cidadã” (2007), que realizou seminário e oficina sobre Sistema de Garantia de Direitos (SGD) e as competências dos municípios em relação a crianças de 0 a 6 anos e suas famílias. Ambos em parceria com o UNICEF.
“Lembrar da Avante é recordar pessoas especiais, discussões profundas e acalouradas, mulheres fortes e profissionais, e claro, projetos transformadores. Acredito muito no potencial dos projetos da Avante. Investir no fortalecimento e no empoderamento das famílias em situação de vulnerabilidade, assim como na Educação Infantil, são esforços fundamentais para construir uma verdadeira transformação social”, destaca Mycra.
Cadê Nossa Boneca?
A campanha foi criada com o objetivo de gerar reflexão sobre padrões estéticos e representatividade na infância, sensibilizando sociedade, indústria e varejo e lançada pela Avante em abril de 2016, em um contexto, no qual, negros e pardos representam 53,6% da população brasileira, segundo dados do IBGE de 2014.
Nos últimos anos, marcas de cosméticos, roupas e agências de publicidade têm percebido que esse público existe, que deve ser representado e também tem grande potencial de consumo. Ainda assim, há pouca representatividade desse grupo na esfera comercial. De acordo com estudos realizados pela equipe da Campanha, alguns setores passam longe dessa revolução. E um exemplo é o mercado de brinquedos: apenas 3% das bonecas vendidas em lojas online no País são negras.