Avante

  /  Sem categoria   /  Estação Subúrbio – nuances da conquista de uma cultura de paz

Estação Subúrbio – nuances da conquista de uma cultura de paz

Num território marcado pela iniquidade perversa, que sofre pela fragilidade dos serviços públicos ofertados, pela falta de infraestrutura urbana e de moradia digna, o que contribui para a violência e violação de direitos, nasceu o projeto Estação Subúrbio – nos trilhos dos direitos. A proposta em curso, por meio de parceria entre a Avante – Educação e Mobilização Social com a instituição alemã Kindernothilf (KNH), vem a quatro anos atuando na Ocupação Quilombo do Paraíso, no Subúrbio Ferroviário de Salvador (BA) e na Escola Laboratório da prefeitura (ESCOLAB), em Coutos, utilizando estratégias que contribuem para a construção de relações comunitárias menos conflituosas e uma convivência mais harmoniosa e respeitosa entre crianças, adolescentes e suas famílias.

Enfrentar a violência comunitária, por meio da defesa dos direitos e, em parceria com a comunidade, conquistar um cenário onde crianças e adolescentes se sintam, e estejam, mais protegidos por suas famílias e comunidade, desfrutando de uma convivência com menos conflitos e violências, é o foco principal do Projeto.

“A gente brigava muito e depois do projeto tem menos briga, está melhor”. “Mudou tudo na educação. Aqui todo mundo aprende. A tia ajuda a gente a compreender sem agressões, sem xingamentos, sem discussão”. “Ensinou a gente a resolver os problemas conversando”. Os depoimentos são de três das mais de 200 crianças e adolescentes apadrinhados pelo Estação Subúrbio e integram o Relatório de resultados do Estação Subúrbio (Leia o relatório), que traz a sistematização das experiências e descreve a atuação da Avante no território desde 2017.

Por meio de duas estratégias, em especial, o Projeto vem colaborando, inclusive nesse período de isolamento social, para a melhoria das relações dos integrantes da comunidade e o acesso a direitos. A primeira, o brincar livre, reúne psicólogos que exercem papéis de educadores brincantes e, por meio de atividades lúdicas e escuta ativa, vão colaborar para a substituição de uma convivência violenta por uma cultura de paz.

A segunda, o Balcão Psicossocial, tecnologia social desenvolvida pela Avante e executada em outros projetos da instituição, atua como ponte entre as famílias e os profissionais e instituições do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) da Criança e do Adolescente. No Balcão, uma dupla de assistentes sociais oferece escuta e suporte aos moradores, promovendo rodas de diálogo, contato com especialistas nas temáticas levantadas pelo grupo, além de auxílio na resolução de demandas sociais.

“O Estação Subúrbio, tem estabelecido vínculos mais fortalecidos e consistentes com o público acompanhado, especialmente na Ocupação Quilombo Paraíso, e já é possível perceber, com base em indicadores, avanços significativos em termos de mudanças de paradigmas e de práticas, no que tange à cultura da não violência”, como está descrito no relatório.

ACESSE AQUI O RELATÓRIO COMPLETO.