outubro 2017

  /    /  outubro

No dia 30 de novembro, a cidade de Salvador (BA) sediará o Seminário: Diálogos sobre qualidade na Educação Infantil: a experiência Paralapracá. As atividades ocorrerão no Museu de Arte da Bahia, das 9h às 18h, com a participação de especialistas em Educação Infantil, secretários de educação e equipes dos municípios parceiros, além dos representantes convidados de institutos, fundações, gestores municipais,

O que o brincar tem a ver com o enfrentamento à violência comunitária? Uma prova da potência transformadora da brincadeira nesse contexto foi testemunhada pelos representantes da organização alemã KinderNotHilfe (KNH), parceira da Avante – Educação e Mobilização Social na realização do projeto Estação Subúrbio – nos trilhos dos direitos. A equipe esteve em Salvador, no mês de outubro, quando

A demanda por uma referência de currículo nacional não é nova no Brasil. A Constituição Federal de 1988, em seu Artigo 210, já previa a definição de conteúdos mínimos que assegurassem uma formação básica comum e o respeito aos valores culturais e artísticos, nacionais e regionais. A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB/1996) também evidenciava a necessidade da

A presidente da Avante – Educação e Mobilização Social, Maria Thereza Marcilio, abriu o evento de comemoração pelos 10 anos do projeto “Creche para Todas as Crianças”, realizado no auditório da Pinacoteca do Estado de São Paulo, no último dia 18 (outubro), abordando o “Panorama da Educação Infantil no Brasil”. A fala integrou as discussões da roda de conversa: “Cenário

A criação de Planos Municipais pela Primeira Infância (PMPI) está prevista no Marco Legal da Primeira Infância (Lei 13.257/2016), aprovado em março do ano passado, que determina princípios e diretrizes para a criação de políticas públicas voltadas para as crianças de até seis anos. Apesar disso, muitos gestores ainda não elaboraram seus planos, que devem ser construídos de forma democrática

Quem vive em comunidade sabe o quanto é fundamental contar com o outro, estender a mão e viver coletivamente. Cada dia é preciso se reinventar, buscando formas de enfrentamento e resistência, como fazem os cursistas do projeto “Comunidades Ativas”, que depois de uma imersão em Recife (PE), conhecendo algumas comunidades, lideranças e organizações sociais, voltam entusiasmados com a experiência, pensando

O fortalecimento da gestão tem sido um dos temas norteadores no compartilhamento de experiências entre as equipes técnicas dos municípios parceiros do programa Paralapracá em Camaçari (BA), Maceió (AL), Maracanaú (CE), Natal (RN) e Olinda (PE). O assunto vem sendo discutido nas ações presenciais e a distância do Programa por meio de trocas realizadas nos fóruns do Ambiente Virtual de

“Foi assim / Que eu te vi nos meus sonhos lindos / Lua em flor / Tua beleza é eterna, é / Teu corpo revela / Uma linha entre o céu e o mar”, ressoam os versos da canção Rosa Negra, do bloco afro Muzenza. E foi assim que um mar de rosas negras floresceu na passarela do Centro Público

Uma aprendizagem dialógica, cuja proposta é desenvolvida a partir de uma articulação com toda a comunidade (escola e seu entorno) pela melhoria da aprendizagem instrumental e da convivência. Esse é o princípio disseminado na Rede Municipal de Educação de Fortaleza (CE), há dois anos, por meio do projeto Comunidade de Aprendizagem, de iniciativa do Instituto Natura, executado no município pela

São inúmeros os problemas vivenciados por aqueles que vivem em situação de vulnerabilidade, em especial no que diz respeito à garantia de seus direitos. Uma dor de dente, a necessidade de um acompanhamento psicológico, um esclarecimento sobre como lidar com a saúde da gestante e do bebê. O que pode parecer óbvio para uns, torna-se um desafio para outros. Questões