maio 2016

  /    /  maio

O Paralapracá é um projeto que contribui para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na educação infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral. Até 2017, além das ações de fortalecimento à gestão municipal no que concerne à educação infantil, sua contribuição também está dirigida à promoção da sustentabilidade do processo formativo nas redes municipais parceiras, contribuindo para que

O Paralapracá é um projeto que contribui para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na educação infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral. Até 2017, além das ações de fortalecimento à gestão municipal no que concerne à educação infantil, sua contribuição também está dirigida à promoção da sustentabilidade do processo formativo nas redes municipais parceiras, contribuindo para que

A consultoria Move, que realiza a avaliação do projeto Paralapracá nos municípios parceiros, concluiu no início deste ano a terceira onda de avaliações, referente a 2015. O levantamento mapeia, junto com as avaliações de 2014 e 2013, o que está dando certo e quais são os desafios que o projeto tem pela frente. As avaliações evidenciaram principalmente dois pontos fundamentais: a valorização

Crianças negras também têm direito a uma identidade própria e isso começa nas brincadeiras de boneca. Sua negação ou aceitação vai depender do que será oferecido a ela na infância Pele branca, olhos claros, cabelos loiros, traços finos. Essa é a descrição padrão de quase todas as bonecas infantis. No entanto, o Brasil é um país diverso, onde a maioria se

Dados levantados pelo CEDECA Ceará apontam que o Governo do Estado não investiu o valor mínimo para a merenda escolar, repassado pelo Programa Nacional de Apoio a Alimentação Escolar no Ensino Básico (Pnae), entre janeiro e abril deste ano. Em menos de duas semanas, estudantes secundaristas do Ceará têm se mobilizado para ocupar escolas em favor de um objetivo único e

O Centro de Criação de Imagem Popular (CECIP) recebe inscrições, até o dia 30 de maio, para o 2º Prêmio Nacional de Projetos com Participação Infantil. A iniciativa busca valorizar, divulgar, promover e fortalecer discussões e práticas sobre processos de participação infantil no Brasil, dando visibilidade às melhores experiências para que sejam reeditadas. O prêmio é voltado a organizações sociais públicas e

Interpretação de texto, habilidades orais, respeito e aproximação da escola com as equipes das secretarias de educação. Esses são alguns dos focos de uma “Atuação Educativa de Êxito” que vem transformando as escolas atendidas pelo Comunidade de Aprendizagem e promovendo a sustentabilidade do projeto nas redes. São as Tertúlias Dialógicas que, a partir da leitura e do diálogo vem unindo comunidade,

As Redes Nacionais de Defesa de Direitos Humanos com atuação na área dos direitos da criança e do adolescente lançaram uma Carta Aberta contra as ameaças de retirada de direitos, diante do contexto político atual. No documento, as Redes reafirmam a importância da articulação da sociedade civil para evitar retrocessos. Clique aqui para acessar o documento com as logotipos. “Nesse sentido, ressaltamos

Sensibilizar a equipe das secretarias municipais parceiras do projeto Comunidade de Aprendizagem para que entendam seus princípios, utilizando ferramentas já utilizadas nas ações nas escolas em parceria com a comunidade. Assim surgiu a proposta de realizar as Tertúlias Dialógicas também com os técnicos das secretarias. “Eles são uma peça chave na sustentabilidade do projeto porque fazem a ponte entre o

A mobilização para fazer valer o Marco Legal da Primeira Infância em todo país continua crescendo. E a Rede Nacional Primeira Infância (RNPI), que esteve à frente das mobilizações para a aprovação do Marco, emplaca ações em todo o território brasileiro, representada por suas 160 organizações. Entre elas, a Avante – Educação e Mobilização Social, que integra o GT de