Avante

  /  CINZA   /  #20anosAvante e OIT abraçam o desafio de superar obstáculos contra o Trabalho Infantil

#20anosAvante e OIT abraçam o desafio de superar obstáculos contra o Trabalho Infantil

A coordenadora do programa de Combate ao Trabalho infantil da Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Brasil, Maria Claudia Falcão, é personagem de um trecho da história dos #20anosAvante que impacta, até os dias de hoje, na vida de muitas crianças e adolescentes brasileiros. Ela já integrava a equipe da OIT quando, em 2008, a Avante – Educação e Mobilização Social elaborou uma linha de base para o enfrentamento ao Trabalho Infantil, que muito contribuiu para reestruturar a política de combate ao problema na Bahia, bem como para o desenvolvimento da metodologia Avante de formação de agentes públicos e comunitários para ao seu enfrentamento.
“A caminhada da Avante de 20 anos precisa ser lembrada e valorizada para que sua história sirva de inspiração e afirmação da possibilidade de mudança real na vida de tantas pessoas. A Avante é uma instituição que ao longo desse período aceitou o desafio de superar obstáculos e tem cumprido a meta de ser cada dia melhor”, disse em depoimento pela comemoração de duas década da instituição. Segundo ela, para a OIT, a Avante é sinônimo de agilidade, responsabilidade, competência e inovação, “sempre disposta a se reinventar para ser mais eficiente diante dos novos cenários. Não à toa o seu objetivo central é contribuir para a formação dos cidadãos e cidadãs, visando a garantia dos direitos sociais básicos e o fortalecimento da sociedade civil”.
A partir da primeira experiência com a Avante, a OIT, junto com a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), mobilizou uma caravana para erradicação do Trabalho Infantil chamada Bahia Livre do Trabalho Infantil, nos 18 municípios do Território de Identidade Semiárido Nordeste II da Bahia. Instalou-se uma grande mobilização nesses municípios e a OIT decidiu, então, firmar nova parceria com a Avante, em 2010, para realização do Programa de Ação de apoio ao fortalecimento institucional para prevenção e combate ao Trabalho Infantil nos mesmos municípios nos quais passou a Caravana.
Os trabalhos realizados com a OIT produziram sementes que fortaleceram as ações institucionais e, como frutos, a Avante deu continuidade ao enfrentamento ao trabalho infantil e adolescentes por meio de projetos como o Todos Juntos, realizado em duas edições, e o Posso Falar?. Este último introduziu a metodologia de escuta de crianças e familiares no combate ao problema.
Maria Claudia é uma daquelas pessoas que faz questão de não esquecer que uma instituição é feita de pessoas. Por isso, ela celebra essa parceria com cada um daqueles que esteve na linha de frente, e no apoio, pelas crianças e adolescentes da Bahia junto com a OIT. “Precisamos reconhecer que as instituições só existem na sua plenitude pelas pessoas que as compõe e, no caso da Avante, não é diferente. Seus profissionais, competentes, talentosos e apaixonados pela sua missão estão sempre dispostos a inovar.  Com essa sólida história de sucesso e credibilidade alcançada ao longo desses 20 anos, não resta dúvida do belo e importante papel que a Avante desempenhará nos próximos anos, contribuindo para formação de uma sociedade com mais justiça social. Que a sua história ajude a escrever um futuro efetivamente cidadão para nosso país!”, finaliza.