Comunidades Ativas Tag

  /  Posts tagged "Comunidades Ativas"

“Espero que o Comunidades Ativas se traduza em uma prática de muita atividade, uma atividade com reflexão, que pressupõe pensamento e transformação, porque é disso que nós precisamos no País. Estamos em uma fase que exige de todos nós um compromisso muito grande com a melhoria de todos, em fazer alguma coisa para deixar esse mundo melhor do que o

Depois de meses de qualificação de líderes comunitários dos bairros de Calabetão, Jardim Santo Inácio e Mata Escura, antes mesmo de finalizar as atividades, o projeto Comunidades Ativas começa a render bons frutos. Um deles foi uma roda de conversa realizada no bairro de Mata Escura, no dia 24 de outubro, reunindo moradores e cursistas do projeto para um debate

Quem vive em comunidade sabe o quanto é fundamental contar com o outro, estender a mão e viver coletivamente. Cada dia é preciso se reinventar, buscando formas de enfrentamento e resistência, como fazem os cursistas do projeto “Comunidades Ativas”, que depois de uma imersão em Recife (PE), conhecendo algumas comunidades, lideranças e organizações sociais, voltam entusiasmados com a experiência, pensando

Recife (PE) será sede de um dos momentos mais esperados do projeto “Comunidades Ativas”: a realização do Trocando em Miúdos, tecnologia social da Avante – Educação e Mobilização Social que promove o intercâmbio de profissionais. Acompanhados da equipe do projeto, 38 cursistas viajam à capital pernambucana, na quinta-feira (5), onde ficam até sábado (7), para conhecer duas experiências exitosas em

Finalizando a quarta formação do projeto “Comunidades Ativas”, um workshop reuniu líderes comunitários com expressiva atuação em diferentes territórios de Salvador, para falar sobre suas trajetórias e, principalmente, sobre os desafios enfrentados no dia a dia da militância. Com o tema “Lideranças transformadoras: compartilhando experiências e aprendizados”, o evento foi realizado na Escola Estadual Márcia Méccia, em Mata Escura, no

Antônio passava pelo bairro de Mata Escura, à procura do CRAS. Sem saber o endereço, ele perguntou à primeira pessoa que encontrou na rua, que sequer sabia o que era um CRAS. Essa situação, apesar de hipotética, poderia mesmo ter acontecido em Mata Escura, onde muitos moradores desconhecem o que é, ou para que serve, o Centro de Referência de

Moradores dos bairros de Calabetão, Mata Escura e Jardim Santo Inácio participaram, na Universidade Estadual da Bahia (UNEB), no dia 10 de abril, da aula inaugural do “Comunidades Ativas”, projeto concebido a partir do Diagnóstico Socioterritorial feito pela Avante – Educação e Mobilização Social nos três bairros, em 2016, em parceria com o Instituto Camargo Corrêa. Durante o evento, o