Avante

  /  Home Page   /  Movimento Mundial pela Infância adere ao pronunciamento do Comitê dos Direitos da Criança

Movimento Mundial pela Infância adere ao pronunciamento do Comitê dos Direitos da Criança

 
Movimento Mundial pela Infância adere ao pronunciamento do Comitê dos Direitos da CriançaO Movimento Mundial pela Infância e Adolescência da América Latina e Caribe expressou sua total adesão ao pronunciamento do Comité de los Derechos del Niño (CDN) no que diz respeito aos acontecimentos de violência que vem sofrendo a população da Síria e que compromete os Direitos Humanos fundamentais, incluindo o Direito a vida da população civil, e que já causou a morte de mais de 7.000 crianças e adolescentes desde o início do conflito.
Somando a adesão pelo Comité, o Movimento Mundial pela Infância e Adolescência da América Latina e Caribe solicitou a representante do Alto Comissionado dos Direitos Humanos das Nações Unidas, para que todas as partes em conflito cessem de imediato o ataque aos civis. Da mesma maneira, incentivou os membros do Comité de los Derechos del Niño (CDN) a continuar com seu trabalho de vigilância  e monitoramento, tal e como bem vem realizando, garantindo o cumprimento irrestrito da Convenção sobre os Direitos da Criança.
Em consonância com sua missão, o Movimento Mundial pela Infância e Adolescência da América Latina e Caribe, busca contribuir e dar seguimento ao cumprimento e exercício dos Direitos Humanos de crianças e adolescentes por meio da promoção, proteção e defesa dos mesmos, a nível nacional, regional e internacional. A Convenção sobre os Direitos da Criança é o instrumento de direitos humanos das Nações Unidas, mais aceito na história, ratificado por 193 países.
Para mais informações: Carta de Adhesion del Movimiento Mundial por la Infancia de Latinoamerica y el Caribe