Avante

  /  Home Page   /  Módulo da capacitação em escuta de criança e participação infantil é disponibilizado ao público

Módulo da capacitação em escuta de criança e participação infantil é disponibilizado ao público

2º Modulo Posso falar“(…) a participação infantil pode ser definida como o direito da criança expressar suas ideias e opiniões e intervir nas decisões a respeito dos serviços e ações que têm algum impacto sobre elas, oportunizando sua atuação cidadã nos diversos espaços que vivenciam. A participação infantil é entendida como ação colaborativa, ampliando posições que não só beneficiem as crianças, mas as coloquem em diálogo, em interação qualificada com adultos.” Assim define o terceiro texto (Participação Infantil – O que é e porque é importante na formulação de políticas públicas) do 2ª módulo de capacitação de agentes públicos e conselheiros municipais do projeto Posso Falar?
Ainda como parte das ações do Dia Mundial de combate ao Trabalho Infantil (TI), a Avante – Educação e Mobilização Social disponibiliza o módulo da formação, que está prestes a ser concluída em dez dos municípios baianos onde ainda ocorre incidência de TI. Além do texto citado acima, o módulo contém mais seis textos focados na participação infantil e na metodologia de escuta de crianças na busca da garantia de seus direitos.
Este segundo módulo é a ultima ação de campo do projeto, que acontece após a realização da etapa de sensibilização e mobilização, das oficinas lúdicas com crianças em situação de Trabalho Infantil e da primeira capacitação de agentes públicos e conselheiros municipais. Ele vem gerando transformações positivas nos municípios beneficiados pelo projeto, o que pode ser constado na matéria Posso Falar? fomenta a escuta de crianças e impacta no enfrentamento ao Trabalho Infantil, que usa o exemplo do município de Fátima, onde o IBGE registrou, em 2010, 1075 casos de TI.
A Avante executa este projeto em parceria com o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA), Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) e os 10 municípios que integram o projeto ( Antônio Cardoso, Banzaê, Barra do Choça, Botuporã, Cardeal da Silva, Irará, Fátima, Nova Soure, Santanópolis e Tucano).