Destaque

  /  Destaque

Na primeira visita de 2020 à Ocupação Quilombo do Paraíso, após o recesso de final de ano, o Estação Subúrbio - nos trilhos dos direitos (Avante e KNH) encontrou uma comunidade saudosa das brincadeiras e das conversas com a equipe do Projeto, e reconhecendo o brincar como uma importante estratégia para que as experiências nesse espaço sejam mais pacíficas. O

Levando o brincar para os adultos, focando na ludicidade e nos afetos foi iniciada, no final de julho, a primeira Roda de Terapia Comunitária na Ocupação Quilombo do Paraíso, no Subúrbio Ferroviário. Com o objetivo de incentivar uma melhor comunicação, por meio da escuta respeitosa, e uma compreensão mais ampla e clara das questões que afetam os indivíduos e, por consequência,

Ela é coordenadora pedagógica da Gerência Regional (GR) de Educação, da Rede Municipal de Salvador, no Cabula, e acompanha ações e projetos que são desenvolvidos nas escolas. Foi desse lugar que Ana Cristina de Jesus Palmeira acompanhou as formações oferecidas no segundo ciclo do Programa Nossa Rede, no segmento Educação Infantil, parceria entre a Avante – Educação e Mobilização Social

“Quem  sabe o que é mobilidade?” Com esse questionamento iniciavam-se os encontros com as crianças que participavam do projeto Estação Bicicleta Subúrbio que, desde abril, vinham participando de diálogos e atividades sobre o espaço urbano, como nos movimentamos pela cidade e quais nossos direitos e deveres no trânsito. No último dia 25 (julho), no Espaço Cultural Alagados, em frente à Escola Comunitária Luiza

O programa Paralapracá trabalha com a premissa de que uma proposta de Educação Infantil de qualidade combina rotinas de formação continuada a acesso a materiais pedagógicos de referência para os profissionais que atuam com as crianças. Após oito anos de atuação junto a redes municipais de Educação, a Avante – Educação e Mobilização Social promove uma revisão completa da Coleção

Aprovada esse ano após um longo processo participativo e muita discussão, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é também alvo de muita polêmica devido aos encaminhamentos dados pelo atual governo no fechamento da versão final. Apesar disso, a Base Nacional Comum Curricular, para a Educação Infantil, se configura como um documento inovador por estar centrado no sujeito e não em

Desde que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) foi anunciada, a sua implementação tem representado um grande desafio e uma oportunidade para os educadores. Um desafio porque a BNCC implica em uma reelaboração dos currículos e uma revisão dos Projetos Políticos Pedagógicos. Uma oportunidade por fomentar a reflexão sobre o cotidiano das instituições. A BNCC foi construída a partir de uma concepção de

A Avante - Educação e Mobilização Social, instituição cuja missão é contribuir para a formação do cidadão, visando à garantia dos direitos sociais básicos e ao fortalecimento da sociedade civil, e como integrante da Rede Nacional Primeira Infância – um conjunto de 220 organizações da sociedade civil, governamentais, do mundo empresarial e de redes e movimentos setoriais que atuam na

É o que os adultos, integrantes do Sistema de Garantia de Direitos (SGD) de Brumado (BA), vêm descobrindo ao longo das formações do projeto Ser Brincante e, mais recentemente, com a publicação Brincar pra quê?. Elaborada pela equipe de consultoras da Avante – Educação e Mobilização Social, que desenvolve o projeto em parceria com o Instituto InterCement. A publicação foi oficialmente entregue aos representantes