Arquitetura, natureza e cultura: como “desemparedar” crianças

A grama é sintética, o brinquedo é de plástico, o jogo é virtual, o ar é condicionado, o bicho é nojento, sair de casa é um perigo! Essa lógica é reproduzida pelas mesmas pessoas que constroem cidades de concreto, que dão mais valor a estacionamentos que a parques. As crianças estão, cada vez mais, crescendo […]

Pular para o conteúdo