#OcupaçãoQuilombodoParaíso Tag

  /  Posts tagged "#OcupaçãoQuilombodoParaíso"

O falecimento da esposa foi a gota d´água. A solidão estendeu a mão para o álcool e assim a bebida passou ao lugar de companheira, preencheu as horas e tomou conta da vida de Felipe*, morador da Ocupação Quilombo do Paraíso, no Subúrbio Ferroviário de Salvador (BA). O pedido de ajuda para vencer o alcoolismo foi feito na roda de

A caixa de som que percorreu as ruas da Ocupação Quilombo do Paraíso funcionou como um despertador nas primeiras horas da manhã da última sexta-feira de agosto, 28. E, aos poucos, as crianças atenderam ao chamado e saíram de suas casas, sem esquecer de usar máscaras de proteção contra o Covid-19. Havia chegado o dia do lançamento de Centrópolis –

Um sorriso tímido, um olhar perdido no horizonte, um flagrante de uma moradora em uma das ruelas que cortam a comunidade, uma pose que nem a de uma popstar, mato, chuva, vento forte, poça d'água no chão batido de terra.  Diferentes registros de uma mesma realidade. Foi preciso aceitar o desafio e desvelar nem sempre o que está à mostra

Os moradores da Ocupação Quilombo do Paraíso vivem em casas pequenas, quentes e pouco ventiladas. A falta recorrente de água na comunidade e a ausência de saneamento básico tornaram a pandemia ainda mais dura para seus moradores. As dificuldades são diversas, por isso cada vez mais o serviço de orientação do Balcão Psicossocial, tecnologia social desenvolvida pela Avante – Educação e

Os olhos arregalados e o sorriso nos rostos das crianças eram evidências incontestáveis de que a ação cumpria bem o seu objetivo. O alimento, sempre bem-vindo, dessa vez não era necessariamente para o corpo físico, mas uma poção mágica de alegria nas celebrações de aniversário das crianças atendidas pelo projeto Estação Subúrbio – Nos trilhos dos direitos (Avante e KNH).

Os efeitos da pandemia sobre as populações marginalizadas acirrou ainda mais as dificuldades de comunidades como a Ocupação Quilombo do Paraíso, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, que vivem imersas e inúmeras vulnerabilidades. Para contornar o isolamento social, iniciado há mais de 100 dias, foi preciso encontrar uma solução de conectividade para dar prosseguimento às ações do projeto Estação Subúrbio –