Avante

  /  CINZA   /  #20anosAvante impactando na mobilização e formação de diversos atores sociais

#20anosAvante impactando na mobilização e formação de diversos atores sociais

Áurea Alencar fez história no Instituto C&A, ao assumir, no final da década de 80, a gerência da área de Educação, Arte e Cultura da instituição, numa época em que o Instituto não tinha a estrutura que tem hoje. E fez história nos #20anosAvante ao se tornar a referência, no Instituto, para os diálogos que viabilizaram projetos e iniciativas que transformaram comunidades, incentivaram a leitura e impactaram na vida de milhares de crianças.
Áurea Alencar atuou com maior foco no Programa Voluntariado do Instituto C&A, fazendo, inclusive, visitas aos municípios onde os projetos do Instituto eram executados; e no Programa Prazer em Ler, que não integrava nenhuma das suas áreas de atuação. Em todas essas iniciativas, a Avante já mantinha um diálogo com o Instituto C&A, em interlocução com Áurea Alencar. “Eu conheci a Avante como parceira do Instituto C&A no contexto da mobilização social e formação de educadores”.
As semeaduras feitas na gestão de Áurea Alencar, hoje aposentada, gerou muitos e importantes frutos na Avante e para os públicos alvos das iniciativas: as formações de voluntariado das lojas C&A, promovidas pela Avante; o projeto Jovens em Ação; a implementação da Associação de creches e pré-escolas comunitárias e filantrópicas de Salvador (ACREDITE); a Rede EmRedando Leituras; e o projeto Paralapracá. “Como o próprio nome diz, para frente, atuando no aqui e agora, mas de olho na perenidade da Educação de qualidade para crianças e adolescentes”, disse Áurea Alencar para os #20anosAvante.
“Áurea foi o primeiro contato que a gente teve no Instituto, para a formulação do Paralapracá”, conta Rita Margarete, consultora associada da Avante e coordenadora da Linha de Formação de Educadores e Tecnologias Educacionais. Na época, o Instituto C&A lançara um edital para seleção de uma instituição que o ajudaria a pensar um projeto para o seu Programa Educação Infantil. A primeira reunião da Avante foi com Áurea Alencar, e foi com ela que se iniciaram as primeiras ideias que dariam origem a ações que, hoje, ganham dimensões de Programa, após entrar para o Guia de Tecnologias Educacionais/2015 do Ministério da Educação (MEC), ​conferindo Notório Saber à Avante na formação continuada de profissionais d​a​ Educação Infantil.
“O Paralapracá nasce no Instituto C&A com Áurea e Priscila Fernandes [então coordenadora do programa Educação Infantil do Instituto C&A]; e na Avante com Maria Thereza [fundadora] e Mônica Samia [consultora associada], e eu participando lá, desde o início”, lembra Rita Margarete, que destaca o papel de Áurea na história. “Áurea, pode-se dizer, é mãe do Paralapracá”.
Paralapracá
O Programa tem por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade do atendimento às crianças na Educação Infantil, com vistas ao seu desenvolvimento integral. Além das formações presenciais, o Paralapracá acontece em um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que amplia as conversas e diversifica as referências dos participantes.
A tecnologia social do Paralapracá foi desenvolvida a partir de parceria técnica da Avante – Educação e Mobilização Social e o Instituto C&A. Entre 2010 e 2017, o Programa realizou ações em dez municípios do Nordeste, por meio de aliança estabelecida com as Secretarias Municipais de Educação. No Ciclo I (2010 a 2012), em: Jaboatão dos Guararapes (PE), Caucaia (CE), Feira de Santana (BA), Teresina (PI) e Campina Grande (PB). E no Ciclo II (2013 a 2017) em: de Camaçari (BA), Maceió (AL), Maracanaú (CE), Natal (RN) e Olinda (PE).
Ao longo desse período, o Paralapracá impactou na vida de mais de 50 mil crianças. Suas inovações geraram uma mobilização por um currículo para Educação Infantil na Rede Município de Educação de Maceió (AL), que resultou na entrega do Guia de Orientações Curriculares para a Primeira Infância, a sociedade alagoana. A experiência do AVA foi selecionada para ser apresentada durante o 21º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, realizado em Bento Gonçalves (RS), entre 25 e 29 de outubro, e promoveu a inclusão digital de quase 400 coordenadoras pedagógicas
Quando a tecnologia social do Paralapracá foi transferida para a Avante pelo Instituto C&A, em 2015, e passou a integrar o Guia de Tecnologias Educacionais do MEC, o Programa ganhou um novo formato – Programa Paralapracá Brasil, tornando-se disponível para todo o território nacional, por meio de parceria firmada diretamente com as redes interessadas.
“A atuação da Avante tem impactado, sobremaneira, na mobilização e formação de diversos atores sociais, ações indispensáveis na qualificação do acesso aos direitos dos cidadãos”, finaliza Áurea Alencar para os #20anosAvante, cujo legado contou com sua importante parceria.