Avante

  /  Direito das Crianças e dos Adolescentes   /  INEP de olho na avaliação infantil

INEP de olho na avaliação infantil

A Educação Infantil em breve poderá contar com instrumentos e indicadores de avaliação. Para cumprir esta tarefa reuniu-se, na última sexta-feira, 10 de maio, em Brasília, o Grupo de Trabalho de Avaliação da Educação Infantil, proposto e coordenado pela Diretoria de Avaliação da Educação Básica, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira  (INEP), mediante portaria

O GT é formado pela Diretoria de Avaliação Básica e Diretoria de Dados Estatísticos do INEP, Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Associação Nacional de Pesquisadores em Educação (ANPED), Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação (ANFOPE), União Nacional de Secretários Municipais de Educação (UNDIME), União dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), Confederação Nacional dos Trabalhadores de Educação (CNTE) e Associação Brasileira de Avaliação Educacional (ABAVE), Movimento Interforuns de Educação Infantil (MIEIB), Coordenação de Educação Infantil (COEDI/MEC), Fundação Carlos Chagas. A Rede Nacional Primeira Infância (RNPI) também participa do GT, representada por Vital Didonet da Secretaria Executiva da Rede e Maria Thereza Marcílio, gestora institucional da Avante- Educação e Mobilização Social.

Para Maria Thereza, o GT representa a concretização das recomendações feitas junto ao INEP e a possibilidade para dar continuidade ao trabalho iniciado anteriormente no GT instituído pelo MEC no ano de 2012. Este GT recomentou que o INEP ocupasse a função de órgão responsável para a definição e construção dos instrumentos. A expectativa do atual grupo é desenvolver estratégias e instrumentos de avaliação para Educação Infantil por meio do delineamento de uma proposta de referencial teórico, metodológico e de abrangência. O grupo contará também com a participação de especialistas que contribuirão diretamente para instrumentalizar o INEP para executar a proposta de avaliação da educação infantil.

O trabalho do GT terá a duração de dez meses e os participantes deverão elaborar um cronograma de implementação, após a proposição de instrumentos e metodologia de análise.