Avante

  /  Home Page   /  Especialistas dialogam sobre diversidade e garantia de direitos na primeira infância

Especialistas dialogam sobre diversidade e garantia de direitos na primeira infância

Ao longo de mais de duas décadas de atuação, a Avante – Educação e Mobilização Social vem promovendo diversos diálogos com a participação dos vários atores da sociedade na construção de pautas voltadas à primeira infância. Uma mostra disso poderá ser vista na próxima terça-feira (21.09), das 19h às 20h30, durante o webinário “Criança e Infâncias: a diversidade e a garantia de direitos na primeira infância”. O evento, gratuito e aberto ao público, convida para uma reflexão sobre as diferentes infâncias que podem existir e a importância do respeito à diversidade e aos direitos das crianças. A transmissão será pelo canal da Avante no Youtube e terá tradução em libras.

Promovido pelo Projeto Primeira Infância Cidadã (PIC), que é realizado pela Avante em parceria com a Petrobrás, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, como parte da Iniciativa Territórios pela Primeira Infância, o encontro virtual vai reunir os especialistas em primeira infância, Maria Thereza Marcílio, consultora associada fundadora e presidente e da Avante, e André Baniwa, empreendedor social e escritor, liderança do povo Baniwa. A partir de suas perspectivas, eles irão dialogar acerca dos cuidados e proteção à primeira infância e a importância da atuação do conjunto da sociedade, da família e do estado.

Para Maria Thereza é importante trazer esse tema para discussão e falar sobre a complexidade e diversidade de abordagens. “Eu vejo com muita expectativa e com muita tranquilidade e alegria, saber que a Avante faz desse debate, cuida desse tema e se envolve em ações que tenham como objetivo, exatamente, a valorização, o cuidado, a atenção. Uma atenção integral ou integrada à criança pequena, cientes que nós estamos trabalhando com o que há de mais precioso no país, e em qualquer lugar, aliás.”, declara. 

Para enriquecer ainda mais o debate, o Webinário contará com a participação de André Baniwa, uma das mais antigas lideranças indígenas atuantes no Alto Rio Negro, no Amazonas, desde 1992, que vai trazer uma fala na perspectiva do modo de vida indígena e de como a criança é tratada nesse universo. “Vou contar a experiência da cultura Baniwa em relação ao cuidado da vida e da infância, como a família cuida disso, como a comunidade e o povo se envolvem nisso também”, antecipa o líder do povo Baniwa, também é vice-presidente da Organização Indígena da Bacia do Içana. Além da experiência da cultura, ele ainda promete fazer uma reflexão para o mundo contemporâneo, dentro do contexto da criança e da infância.

Construindo pontes

O Webinário “Criança e Infâncias: a diversidade e a garantia de direitos na primeira infância” está entre as ações do Projeto. O PIC busca priorizar a primeira infância na agenda municipal e apoiar os municípios no fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), especialmente no que se refere à promoção e defesa dos direitos da criança. O evento acontece após o lançamento e pactuação do projeto com 12 municípios, em cinco estados brasileiros. Em setembro, deverão ser realizados mais três seminários e pactuações, encerrando-se assim a primeira fase do projeto.

Na avaliação da presidente da Avante, que é pedagoga e mestra em Educação pela Harvard Graduate School of Education, Maria Thereza Marcílio, ações como o PIC, de apoio às gestões municipais e à sociedade civil na construção do Plano Municipal pela Primeira Infância (PMPI), são fundamentais para aumentar não só o conhecimento sobre a fase desse momento da vida, como também para aumentar a possibilidade de termos defensores de primeira infância em cada localidade. “Para que esses municípios que a Avante está trabalhando tenham guardiões da primeira infância, tenham instituições que tenham pessoas e um serviço público comprometidos com a defesa dos direitos da primeira infância”, disse.

André Baniwa segue nessa mesma linha de pensamento e defende também que o tema merece ser discutido e analisado pela sociedade. “A minha impressão é que a sociedade está se esquecendo disso, na verdade, não está dando a devida atenção a isso e a devida importância ao período da infância. É fundamental para a formação, desenvolvimento cultural, profissional e político”, ressalta o líder do movimento que revolucionou a Educação indígena.

A presidente da Avante completa a reflexão. “Cuidar, educar, acolher, proteger, dar voz à primeira infância é algo fundamental para a sobrevivência da humanidade, para constituição das ações, para a construção de um mundo melhor, mais humano mesmo, mais acolhedor. Mais do que nunca, nos tempos em que a gente está vivendo, tanto globalmente quanto no país, esse cuidado, essa atenção, esse foco na primeira infância se torna fundamental”.