Avante

  /  Direito das Crianças e dos Adolescentes   /  Como vivenciar o currículo da Educação Infantil em casa?

Como vivenciar o currículo da Educação Infantil em casa?

Nesse momento, em que as aulas estão temporariamente suspensas por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, as consultoras da Avante – Educação e Mobilização Social e especialistas em Educação Infantil, Mônica Samia e Karina Risek, reuniram mães, pais, familiares e educadores interessados em discutir o processo de aprendizagem na primeira infância, no primeiro episódio da Websérie Conexões, realizada na última quarta-feira (22/04) pelo canal da Avante no YouTube (ongAvante – link). As especialistas falaram como as “experiências” são geradoras de aprendizagem para as crianças. O ambiente doméstico serviu para ilustrar as discussões, já que as crianças estão reclusas em casa em função da situação de isolamento social. O que elas podem aprender nesse momento? “Com certeza, as crianças podem aprender muito a partir dessas práticas relacionadas com a vida cotidiana”, disse Karina Risek, que é ex-coordenadora da Educação Infantil do MEC. Ela ilustrou a situação exemplificando com o que chamou de “matemática do cotidiano” como empilhar os brinquedos, no caso dos bebês, ou contando as pessoas que vão participar do jantar, distribuindo os pratos – ações que podem ser colocadas em prática também com as mais velhas.

Mônica Samia, Doutora em Educação, explicou que “a informação não é experiência e que o excesso de informação é um impeditivo da experiência. Ou seja, não é a quantidade de informações que promove aprendizagens, mas a possibilidade das crianças vivenciarem situações que façam sentido para elas”, declarou a especialista, que convocou para uma reflexão sobre a qualidade das experiências que estamos oferecendo às crianças.  Uma das participantes da live, Luziane Tiago, concordou: “Precisamos sair do automático e oportunizar experiências significativas”, escreveu no chat, e reiterou que, nesse momento, é possível as crianças vivenciarem o currículo da Educação Infantil em seus lares.

As duas especialistas citaram a Base Nacional Comum Curricular (BNCC – 2017) para reforçar que o currículo da Educação Infantil é baseado na vida, a partir do cruzamento entre os saberes das crianças e os saberes da cultura e que, nesse sentido, o contexto familiar também é um potente gerador de aprendizagem. Elas destacam os seis Direitos de Aprendizagem e Desenvolvimento como uma bússola para que profissionais e familiares se orientem em relação às situações de aprendizagem para as crianças. São eles: conhecer-se, conviver, brincar, explorar, participar, expressar. As brincadeiras e diálogos promovidos no ambiente doméstico são muito ricos em conhecimento, muito mais que exercícios escolares, que geram baixa demanda cognitiva e podem ainda, gerar uma relação “desprazerosa” com o conhecimento. As duas especialistas destacaram que muitos familiares sentem-se angustiados ou pelo excesso ou pela falta do “tarefas de casa” durante a pandemia. “O contexto atual já está sendo muito denso para que a gente pense numa aprendizagem que não tenha sentido para as crianças. A situação atual em si, já pode ser promotora de muitas aprendizagens”, reforçou Mônica.

Num momento gerador de tantas dúvidas e inseguranças, Mônica Samia e Karia Risek deixaram a mensagem de que tanto a família quanto a escola desenvolvem importantes papéis, porém distintos. “Essa websérie quer passar a mensagem de que família não é escola e escola não é família, mas se complementam. Esta é uma oportunidade dolorosa, porém, preciosa e de muita aprendizagem. Nós podemos aprender guiados pelo bem-estar. Vamos experimentar e nos comprometer com outra lógica. É possível e vai nos ajudar a viver esse momento com mais serenidade”, disse Karina Risek. Outra participante da live, Simone Silva, comentou: “Vocês conseguiram responder de forma clara e simples o que muitos estão em busca nesse tempo. O cotidiano familiar como um ambiente cheio de possibilidades e rico de aprendizagens”, disse.

Conexões – O primeiro episódio de Conexões teve como tema “Escola-Família-Crianças: Pelo direito de aprender com prazer e sentido”. A gravação da live já está disponível no canal do YouTube da Avante. Para assistir na íntegra, clique aqui.