Notícias

  /  Notícias

O azul-piscina de suas praias já virou letra de música popular brasileira. Mas, Maceió, capital do Alagoas, não vivia o mesmo frescor na área da Educação Básica. Em 2013, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), alcançou a marca de 4,1, quando a meta era a nota 5 – que só veio em 2017, como descrito no prefácio do

Os moradores da Ocupação Quilombo do Paraíso vivem em casas pequenas, quentes e pouco ventiladas. A falta recorrente de água na comunidade e a ausência de saneamento básico tornaram a pandemia ainda mais dura para seus moradores. As dificuldades são diversas, por isso cada vez mais o serviço de orientação do Balcão Psicossocial, tecnologia social desenvolvida pela Avante – Educação e

Os painéis  foram elaborados pelo coletivo Frente Nordeste Criança formado por representantes de todos os Estados do Nordeste, dos Fóruns de Educação Infantil que integram o Movimento Interfóruns de Educação Infantil (MIEIB) do Brasil; por representantes do Conselho Federal de Psicologia (CFP), das Ongs Avante e Campanha Nacional pelo Direito à Educação, de universidades públicas (Federais de Alagoas - UFAL,

Os olhos arregalados e o sorriso nos rostos das crianças eram evidências incontestáveis de que a ação cumpria bem o seu objetivo. O alimento, sempre bem-vindo, dessa vez não era necessariamente para o corpo físico, mas uma poção mágica de alegria nas celebrações de aniversário das crianças atendidas pelo projeto Estação Subúrbio – Nos trilhos dos direitos (Avante e KNH).

Os efeitos da pandemia sobre as populações marginalizadas acirrou ainda mais as dificuldades de comunidades como a Ocupação Quilombo do Paraíso, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, que vivem imersas e inúmeras vulnerabilidades. Para contornar o isolamento social, iniciado há mais de 100 dias, foi preciso encontrar uma solução de conectividade para dar prosseguimento às ações do projeto Estação Subúrbio –

A sensação de aquartelamento tomou a vida daqueles que se encontram reclusos em suas casas neste período de isolamento social provocado pela pandemia do Covid-19. Mas, ainda que os portões residenciais sejam destravados e a tão sonhada liberdade de ir e vir seja anunciada pelos governos, sabemos que o sol não vai brilhar para todos. Afinal, o inimigo invisível ainda

Desde o início da pandemia a Avante-Educação e Mobilização Social vem ouvindo jovens, professores, mães e educadores em sua série: Vozes na Pandemia – uma contribuição nas necessárias reflexões para construção dos dias vindouros. E hoje, neste testemunho para a série “Vozes da Pandemia”, a voz de Andréa Fernandes, uma mãe que provoca os educadores a se capacitarem e a

A União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) emitiu nota pública sobre o Parecer 11/2020, em 16 de julho, do Conselho Nacional de Educação (CNE) - que trata sobre as "Orientações Educacionais para a Realização de Aulas e Atividades  Pedagógicas Presenciais e Não Presenciais no contexto da Pandemia". A instituição afirma ter sido surpreendida negativamente com o apresentado no

A  Rede Não Bata, Eduque - cuja missão é desnaturalizar a prática dos castigos físicos e humilhantes como forma de educar e cuidar de crianças e adolescentes no meio familiar, escolar, comunitário, nos meios de comunicação tradicionais e nas mídias sociais – divulgou, no dia 13 de julho, uma Nota Pública – com participação da Avante – Educação e Mobilização

As famílias nunca estiveram em tanta evidência no Brasil e no mundo como agora, em tempos de pandemia provocada pelo COVID-19. Afinal, os lares se transformaram no lugar onde as relações sociais são tecidas diariamente, em meio às rotinas de “home office” dos adultos, de atividades escolares remotas das crianças e adolescentes, das tensões do isolamento social e da diversidade