dezembro 2018

  /  2018

Uma viagem repleta de magia, curiosidades e ancestralidade na qual, para carimbar seu passaporte, é preciso, antes, vivenciar contações de histórias preenchidas por trilhas sonoras e intensas sensações, além de muitas descobertas reveladas por uma lupa apontada para pequenos segredos escondidos em obras de grandes pintores.  Difícil descrever a experiência vivida pelas crianças e suas famílias, atendidas pelo projeto Estação Subúrbio

Estudantes da Educação Infantil tendo aulas de Libras; professores experimentando Grupos Interativos; atenção especial aos momentos de brincar; leituras dialógicas de clássicos da literatura sendo inseridas nas aulas; mães, professores, alunos, funcionários da escola e gestão vivenciando, juntos, dinâmicas de grupos para melhorar convivência e fortalecer a assertividade, por meio de uma comunicação menos violenta. Esses são alguns dos sonhos

A equipe do projeto Estação Subúrbio – nos trilhos dos direitos (Avante e KNH) marcou presença na X Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Salvador, que aconteceu nos dias 21 e 22 de novembro. Camila Souza, educadora brincante do Estação e Deise Nery, assistente social do projeto, acompanharam João Vitor, morador da Ocupação Quilombo do Paraíso,

Somente na capital baiana 260 meninos e meninas entre as idades de 10 a 19 anos foram assassinados em 2016, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde. Desse total, 237 eram negros, representando 91% do total de adolescentes assassinados. A Bahia tem o maior número absoluto de homicídios de adolescentes: foram 1.491 em 2016 (PNAD).  “As crianças não podem mais brincar, pois

Para entender melhor o atual momento brasileiro para a Educação e promover o intercâmbio de experiências na busca por soluções inovadoras e criativas para ampliação do acesso e melhorias da qualidade da Educação Infantil para cerca de 20 milhões de crianças de 0 a 6 anos, cidadãs de todas as partes do país, a Avante - Educação e Mobilização Social

A transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental tem sido um desafio histórico para as crianças entre cindo e seis anos de idade. Com a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) que, para a Educação Infantil, aponta para uma concepção de espaço que respeite os tempos e os limites das crianças e para uma aprendizagem com base na

Com o propósito de colaborar para um aprofundamento da concepção de experiência e seus princípios, estabelecendo relações entre a qualidade dessas experiências para o desenvolvimento, as aprendizagens e o processo formativo de crianças e dos adultos, a Avante - Educação e Mobilização Social realizou, entre os dias 23 e 26 de outubro, a II formação das duplas gestoras das instituições

O programa Paralapracá trabalha com a premissa de que uma proposta de Educação Infantil de qualidade combina rotinas de formação continuada a acesso a materiais pedagógicos de referência para os profissionais que atuam com as crianças. Após oito anos de atuação junto a redes municipais de Educação, a Avante – Educação e Mobilização Social promove uma revisão completa da Coleção